Este guia passo a passo fornecerá todos os detalhes que você precisa saber para preencher ou cancelar um cheque.

Guia passo a passo para preencher um cheque

Escrever um cheque corretamente é importante. Se um cheque não for preenchido corretamente, ele pode deixar você com um pagamento inadimplente.

Na era dos pagamentos móveis, geralmente é fácil transferir dinheiro digitalmente. Mas ainda há momentos e locais onde apenas dinheiro ou cheques são aceitáveis como métodos de pagamento. Se perguntando como preencher um cheque? Já faz um tempo que você não usa seu talão de cheques? Lembre-se dessas etapas ao preencher um cheque para garantir que o destinatário possa sacá-lo.

1. Escreva a data.

No canto superior direito do cheque, você precisará preencher a data de hoje. A data correta é importante, os bancos não são obrigados a aceitar cheques com mais de seis meses. Isso mesmo: existe um conjunto de leis chamado Código Comercial Uniforme (UCC) que regulamenta esses detalhes nos Estados Unidos.

Às vezes, você pode precisar adiar um cheque. Apenas tenha em mente que a pós-data significa que seu cheque não poderá ser resgatado antes da data listada no cheque.

Certifique-se de escrever o mês, o dia e o ano corretamente. O beneficiário pode não conseguir sacar o cheque se a data for imprecisa ou ilegível. Nesse caso, sua instituição financeira devolverá o cheque para você.

2. Inclua o beneficiário.

Na primeira linha, você verá as palavras “Pague por este cheque a quantia de… a…”. Na linha vaga, após o “a”, é onde você deve preencher claramente o nome da pessoa ou empresa que irá descontar o cheque.

O nome do destinatário deve constar do cheque para que ele possa depositar os fundos em sua conta bancária. Certifique-se de incluir seu nome completo. Escreva de forma clara, para que o destinatário possa depositar os fundos com sucesso.

3. Preencha o valor numérico.

Você verá uma pequena caixa no lado superior direito. Neste espaço, você preencherá seu pagamento total. Alguns cheques incluem um cifrão e outros não. Você não precisa colocar um.

Basta preencher o valor em números do cheque. Certifique-se de incluir a vírgula decimal no local correto, para que não haja erros no processo de retirada.

4. Escreva o valor numérico por extenso.

Logo acima da linha do beneficiário, há uma linha em branco com a frase “Pague por este cheque a quantia de”. Nessa linha, preencha o valor do cheque por extenso.

Por exemplo, se o seu cheque for no valor de R$ 142,57, o valor numérico na linha deve ser “cento e quarenta e dois reais e cinquenta e sete centavos”. Mesmo se o valor for inteiro, você ainda deve incluir “zero centavos” para esclarecer que nenhum centavo foi omitido por engano.

5. Assine o cheque claramente.

No canto inferior direito, você notará uma linha em branco. Você terá que assinar o cheque de forma clara e legível.

O cheque não pode ser descontado a menos que haja uma assinatura válida do titular da conta principal nessa linha. Uma conta corrente pode ter mais de uma assinatura.

6. Faça anotações na linha de memorando.

O preenchimento da linha de memorando no lado esquerdo inferior do cheque é opcional, a menos que o beneficiário o tenha solicitado. Este campo pode ajudar o destinatário a controlar os pagamentos recebidos. Também é útil para fins de organização de registros.

Use a linha de memorando para registrar para que serve o cheque.

7. Acompanhe seus cheques.

Depois de preencher um cheque, é uma boa ideia registrar a transação em seu registro de cheques (seção destacável), se você não tiver outro método de acompanhamento de despesas. No canto esquerdo do seu talão de cheques, você verá um registro onde poderá listar para que serve cada cheque enviado. Você pode escrever o número do cheque, o valor do cheque, o beneficiário e a data do cheque. Isso ajuda a fazer o orçamento de suas finanças pessoais e a controlar os pagamentos efetuados.

O banco online também pode ajudá-lo a monitorar seus cheques. Muitos aplicativos bancários permitem que você veja uma imagem digitalizada de seus cheques assim que forem descontados. Você verá isso na atividade de sua conta.

Como sustar um cheque – e por quê

Às vezes, pode ser necessário sustar (anular) um cheque. O que é um cheque sustado? É simplesmente um cheque que você preencheu e depois cancelou antes de ser sacado.

Considere este cenário comum. Você inicia um novo trabalho que exige o recebimento de um depósito direto para seus pagamentos. Para garantir que seu empregador tenha o número de conta correto, eles podem pedir um cheque sustado. Você também pode enviar um cheque sustado se desejar configurar pagamentos eletrônicos recorrentes com um fornecedor ou outro empregador.

Se você cometer um erro ao preencher um cheque, suste-o. É melhor sustar ou destruir um cheque com um erro.

Para criar um cheque sustado, risque a linha da assinatura, a data e a pequena caixa onde normalmente fica o valor do cheque. Em seguida, escreva “PROTESTADO” em letras maiúsculas no cheque para inutilizá-lo, o que significa que ninguém pode manipulá-lo ou descontá-lo.

Ao sustar o cheque, você se protege contra fraudes. Depois de sustar o cheque com sucesso, certifique-se de anotar isso em seu registro de cheques, para que você possa ter controle.

Não forneça ao seu empregador, ou a qualquer outra pessoa, um cheque em branco. Qualquer pessoa pode preencher um cheque em branco e descontá-lo indevidamente.

Como pedir cheques

Você pode solicitar cheques associados à sua conta corrente diretamente através do seu banco. Você pode fazer isso pessoalmente por meio de um caixa em sua agência local ou pode solicitar seus talões de cheques online.

Na maioria dos casos, sua instituição bancária deduzirá de sua conta corrente o custo de seus talões de cheques. Muitos bancos trabalharão com um fornecedor de cheques terceirizado. Você pode solicitar cheques diretamente ao fornecedor ou por meio de sua própria instituição financeira. Seu talão de cheques também incluirá uma folha de informações com as informações de contato de que você precisa para fazer um novo pedido no futuro.

Sobre a Remitly

A Remitly torna as transferências internacionais de dinheiro mais rápidas, fáceis, transparentes e acessíveis. Nosso aplicativo móvel confiável e fácil de usar tem a confiança de mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo.

Visite a página inicial ou baixe nosso aplicativo para saber mais.

This publication is provided for general information purposes only and is not intended to cover all aspects of the topics discussed herein. This publication is not a substitute for seeking advice from an applicable specialist or professional. The content in this publication does not constitute legal, tax, or other professional advice from Remitly or any of its affiliates and should not be relied upon as such. While we strive to keep our posts up to date and accurate, we cannot represent, warrant or otherwise guarantee that the content is accurate, complete or up to date. The information in our blogs should be considered accurate only as of the date of the blog. We disclaim any obligation to supplement or update the information in these blog articles.