Mudando para a República Dominicana: Guia do Expatriado de 2022

Vai se mudar para a República Dominicana? Você não é o único. De todos os países caribenhos, a República Dominicana possui a maior população nascida no estrangeiro. Cerca de 450.000 pessoas1  que vivem na nação insular nasceram em outro lugar, o que significa que os imigrantes representam 4,5% da população total do país.

Se você está pensando em se mudar, este guia fornecerá um resumo geral do processo de mudança e do que você pode esperar da vida em sua nova acomodação.

Mudando para a República Dominicana

Um resumo geral da República Dominicana

A República Dominicana está localizada em uma ilha que faz fronteira com o Oceano Atlântico e o Mar do Caribe. Ela toca apenas um outro país, o Haiti.

  • Tamanho: 18.619 mi². (48.223 km²)
  • Capital: Santo Domingo
  • Principais cidades: Santiago De Los Caballeros, Puerto Plata, Província de San Cristóbal, Higuey
  • População: cerca de 10,6 milhões de pessoas
  • População nascida no estrangeiro: cerca de 4,5% do total
  • Língua oficial: espanhol
  • Dados demográficos: 73% mestiços, 16% brancos, 11% negros

Um cidadão americano ou canadense pode se mudar para a República Dominicana?

Os cidadãos norte-americanos e canadenses podem se mudar para a República Dominicana se atenderem aos critérios de imigração do país e passarem pelo processo descrito nas leis de imigração dominicanas.

Quais são os requisitos para se mudar para a República Dominicana?

Para se mudar para a República Dominicana, você precisará obter um visto de residência temporária.

Existem vários vistos para os quais os cidadãos canadenses e norte-americanos podem se qualificar:

  • Visto de residência temporária comum: Normalmente, este visto é reservado para pessoas casadas ou para os filhos ou pais de cidadãos ou residentes permanentes da República Dominicana. Você precisará apresentar prova do relacionamento, como uma certidão de casamento ou nascimento.
  • Visto de residência de aposentado: Para se qualificar para este visto, você deve ser aposentado e ter uma pensão mensal mínima de $1.500 mais um adicional de $250 para cada dependente que se muda com você. Você terá que mostrar prova da pensão, como um certificado da agência governamental ou empresa que a administra traduzido para o espanhol.
  • Visto de residência de investimento: Para este visto, você precisa mostrar prova de investimentos de pelo menos $200.000 em imóveis ou empresas na República Dominicana. A prova válida pode incluir certificados de ações, uma discriminação de portfólio de investimento autenticado ou uma escritura de propriedade.
  • Visto de gestão e de pessoal: Para obter este visto, você deve ser empregado por uma empresa estrangeira que opera na República Dominicana. Você precisará mostrar comprovante de emprego, como uma carta autenticada de sua empresa impressa em papel timbrado oficial.
  • Visto de residência do locatário: Este visto está aberto a qualquer pessoa que tenha uma renda permanente de pelo menos $2.000 por mês de uma empresa ou organização estrangeira. Exemplos podem incluir trabalhadores remotos e pessoas que vivem da renda de investimento. Para se qualificar, você precisará comprovar que tem renda permanente, como vários meses de extratos bancários ou impressões de contas de investimento.

Como você consegue um visto para se mudar para a República Dominicana?

Para obter um visto para se mudar para a República Dominicana, você precisará preencher a inscrição online. O site está em espanhol, mas você pode usar um plug-in do navegador para traduzi-lo para o inglês.

Você precisará cadastrar uma conta, se ainda não tiver uma, e selecionar o tipo de visto para o qual está se candidatando. A página de inscrição listará a documentação necessária para consideração e permitirá que você faça o upload de documentos digitalizados no formato .jpg. Todos os documentos devem ser traduzidos profissionalmente para o espanhol antes do envio.

Depois de concluir a inscrição, você será solicitado a pagar uma taxa variável. O valor varia de acordo com o tipo de visto que você está solicitando e o número de páginas de documentação que você envia. Você também receberá um formulário de exame médico que precisará levar a um clínico. O médico realizará um exame físico e registrará os achados no formulário.

Em seguida, você terá que digitalizar e carregá-lo na sua conta. Depois que tudo é enviado, normalmente leva cerca de 45 dias úteis para receber uma decisão.

A República Dominicana oferece vistos para nômades digitais?

Um visto de nômade digital é um tipo de visto projetado especificamente para pessoas que querem se mudar para um país estrangeiro e trabalhar remotamente para seus empregadores em seus países de origem. A República Dominicana não tem um visto específico para nômade digital. No entanto, as pessoas com emprego permanente podem se qualificar para um visto de residência temporária, conforme descrito acima.

Você pode viver na República Dominicana permanentemente?

Os vistos de residência temporária são normalmente emitidos por um ano. Antes que o visto temporário expire, você pode solicitar uma renovação usando o mesmo sistema que você usou para solicitar o visto.

Depois de manter um visto temporário por cinco anos, você pode solicitar um visto de residência permanente através do portal de imigração da República Dominicana.

Mudando para a República Dominicana

Quanto dinheiro você precisa para se mudar para a República Dominicana?

O custo do voo para a República Dominicana depende de onde sua viagem começa. Se você está planejando voar, tente evitar a alta temporada turística de meados de dezembro a abril para obter as melhores ofertas de passagens aéreas.

As empresas de mudanças internacionais cobram pelo custo de envio por contêiner, que inclui taxas de inspeção e alfândega. Como resultado, o custo pode chegar a milhares de dólares.

Fóruns de expatriados como o ExpatExchange terão informações atualizadas de outras pessoas sobre o custo da mudança, bem como recomendações. Em geral, o valor que você pagará dependerá da distância percorrida e do peso total e tamanho do que precisa ser movido.

Uma vez que você chegar ao país, inclua o custo de alojamento inicial em um hotel ou albergue à medida que você procura uma residência.

Quanto de renda mensal você precisa para viver na República Dominicana?

A quantidade de dinheiro que você precisará por mês para viver confortavelmente na República Dominicana varia de acordo com onde você escolher morar. Em Santo Domingo, o custo de vida mensal estimado para uma família de quatro pessoas é de cerca de $2.200 sem aluguel, e uma única pessoa geralmente pode viver com cerca de $615, sem levar em consideração o aluguel.

O preço médio mensal para alugar um apartamento de três quartos na R.D. é de cerca de $1.200 no centro da cidade e $475 fora dele. Para um apartamento de um quarto, o aluguel mensal médio é de cerca de $700 no centro da cidade e $250 nas áreas circundantes.

Um peso dominicano valia cerca de $0,18 em agosto de 2022, mas as taxas de câmbio variam. Confira esses sete fatos sobre o peso dominicano para saber mais sobre a moeda. Dólares americanos também são comumente usados na ilha.

Que tipo de governo tem a República Dominicana?

A República Dominicana é uma república democrática, uma mistura entre uma república e uma democracia. O presidente serve como chefe de Estado e executa as leis estabelecidas pelo poder legislativo. Um sistema de votação por maioria absoluta de dois turnos elege o presidente para um mandato de quatro anos.

Como os Estados Unidos, a República Dominicana tem uma legislatura bicameral ou de duas casas. A câmara baixa é o Senado, e a câmara alta é a Câmara dos Deputados. Trinta e dois senadores são eleitos através de um voto de pluralidade em seus círculos eleitorais, e os deputados são eleitos através de um sistema de representação proporcional. Todos os legisladores têm mandatos de quatro anos.

O Poder Judiciário tem dois tribunais de primeira instância: o Supremo Tribunal Federal, que decide os recursos e as ações contra outros ramos do governo, e o Tribunal Constitucional, que julga as questões relacionadas com a constitucionalidade das leis. Os juízes de ambos os tribunais são nomeados pelo Conselho Nacional da Magistratura do país. Juízes da Suprema Tribunal servem por sete anos, e juízes da Tribunal Constitucional servem por nove anos.

Existe uma embaixada dos EUA na República Dominicana?

Os Estados Unidos têm uma embaixada em Santo Domingo. O Canadá também mantém uma embaixada na capital e tem consulados em Punta Cana e Puerto Plata.

A República Dominicana é um bom lugar para expatriados norte-americanos?

O U.S. News and World Report classificaram a República Dominicana como o 49º melhor país para se viver. O país oferece muitas oportunidades de lazer, tem uma economia pró-negócio e é altamente acessível.

No entanto, a desigualdade de renda é desenfreada e os serviços sociais do país geralmente não são tão fortes quanto nos EUA e no Canadá. O inglês também não é amplamente falado; menos de 1% da população é fluente em inglês. Como resultado, muitos expatriados escolhem aprender espanhol antes de se mudarem ou depois de se mudarem.

Quão seguro é viver na República Dominicana?

O Departamento de Estado dos EUA classifica a República Dominicana como um país onde os estrangeiros devem exercer maior cautela devido às taxas de crimes violentos, como homicídio e assalto à mão armada. Geralmente, as áreas de resort tendem a ser mais seguras do que Santo Domingo, devido à presença de policiais adicionais.

Qual é o custo de vida na República Dominicana?

O custo de vida na República Dominicana é geralmente menor do que nos EUA e no Canadá. As despesas mensais de vida em Santo Domingo são cerca de 54% menores do que em Nova York, e o aluguel é cerca de 85% menor.

Em comparação com Vancouver, os preços ao consumidor na capital são cerca de 40% mais baixos e o aluguel custa 72% menos.

Mudando para a República Dominicana

Como é o sistema educacional na República Dominicana?

Cerca de 94% dos dominicanos têm literacia básica, mas o sistema de ensino público no país enfrenta desafios devido à pobreza generalizada. As crianças podem receber educação pública gratuita a partir dos seis anos de idade. A escola primária é obrigatória e tem duração de seis anos.

Em seguida, os alunos têm a opção de continuar sua educação gratuitamente, se desejarem. Eles podem escolher um de dois caminhos. Com o caminho tradicional, os alunos completam dois anos de escola intermediária que culmina no recebimento de um Certificado de Suficiencia en los Estudios Intermedios. O ensino médio dura quatro anos e, durante o último ano, os alunos decidem entre a formação de professores, a formação técnico-profissional ou os acadêmicos tradicionais.

Alternativamente, os alunos podem completar um caminho de reformatório de seis anos que inclui quatro anos de educação científica pesada e dois anos de educação adicional em uma área de especialidade.

Alguns expatriados abandonam o sistema escolar público e colocam seus filhos em escolas internacionais. Essas escolas primárias e secundárias privadas geralmente fornecem ensino em inglês e espanhol. A maioria das escolas internacionais estão localizadas em Santo Domingo. O Banco de Dados de Escolas Internacionais permite que você pesquise escolas internacionais com base na idade do seu filho.

O ensino pós-secundário cresceu nas últimas duas décadas na República Dominicana. As escolas pós-secundárias mais conhecidas do país são a Universidad Tecnológica de Santiago e a Universidad Autónoma de Santo Domingo.

Como é o sistema de saúde na República Dominicana?

O  Health Care Index da revista CEOWORLD classificou o sistema de saúde da República Dominicana em 72º lugar entre os 89 países estudados. O país oferece um sistema de saúde de pagamento único que oferece assistência médica gratuita e de baixo custo. No entanto, o sistema não fornece acesso igual a todos os dominicanos. As pessoas que vivem em áreas rurais muitas vezes não têm acesso a cuidados de saúde básicos e são vulneráveis a surtos de cólera e malária.

Cuidados de saúde privados estão disponíveis para os dominicanos, além do que o governo fornece. Hospitais privados são encontrados principalmente em Santo Domingo e Santiago. Os expatriados podem acessar cuidados através de hospitais públicos ou privados, mas as instituições privadas têm maior probabilidade de ter padrões de atendimento mais próximos do que você está acostumado a receber nos EUA e no Canadá. Mesmo em hospitais privados, nem todos os funcionários falam inglês.

O Departamento de Estado dos EUA fornece uma lista de hospitais em Punta Cana, La Romana, Puerto Plata, Santiago e Santo Domingo para referência rápida.

Como é o clima na República Dominicana?

A República Dominicana tem um clima tropical com clima quente e úmido durante todo o ano. Durante os meses de inverno de dezembro a fevereiro, as temperaturas médias ficam em torno de 20–25°C (68-77°F). Nos meses de verão, eles sobem para 25-27°C (77-81°F).

De maio a novembro, o país passa por uma estação chuvosa que geralmente traz de 4 a 8″ (100 a 200 mm) de chuva por mês. O país está dentro do cinturão de furacões do Atlântico e corre o risco de fortes tempestades de agosto a outubro.

Qual é a qualidade de vida na República Dominicana?

Os expatriados muitas vezes desfrutam de uma melhor qualidade de vida do que muitos cidadãos dominicanos devido ao aumento da segurança financeira. O Índice Mundial de Felicidade de 2022 classificou a República Dominicana em 69 dos 146 países. Isso é mais alto do que qualquer outra nação caribenha, na verdade.

Posso obter uma carteira de motorista na República Dominicana?

Em Santo Domingo, você pode viajar para muitos lugares através do sistema de metrô Metro Santo Domingo, táxis e aplicativos de compartilhamento de viagens, como Uber e Cabify. Para viajar entre cidades, você também pode aproveitar os serviços de ônibus privados de baixo custo através de empresas como Metro Tours e Caribe Tours ou minivan chamados guaguas.

Alguns expatriados decidem comprar carros e dirigir na República Dominicana. Você pode dirigir com uma licença válida dos EUA ou do Canadá por até três meses antes de precisar obter uma licença dominicana. A maneira mais simples de fazer isso é fazer com que a embaixada do seu país de origem valide sua licença. Em seguida, visite seu escritório local do Ministério das Relações Exteriores. Normalmente, você não precisará fazer um teste adicional ou um exame médico, mas pode esperar pagar uma taxa que varia de acordo com o local onde você mora.

É fácil para americanos e canadenses encontrar um emprego na República Dominicana?

O desemprego atingiu, em média, cerca de 5,5% na República Dominicana nos últimos 10 anos. Essas condições econômicas significam que deve haver oportunidades de emprego, mas muitas posições abertas exigirão um forte domínio do espanhol.

O que fazer na República Dominicana? Explorando o seu novo lar

Com cerca de 800 milhas de litoral (1.288 km) e água em três de suas fronteiras, a República Dominicana é um paraíso para os amantes da praia.

Algumas das praias mais populares incluem:

  • Praia de Bávaro em Punta Cana
  • Praia de Cabarete em Cabarete
  • Kite Beach em Cabarete
  • Praia de Las Galeras
  • Playa Dorada em Puerto Plata
  • Playa Grande em Rio San Juan
  • Praia de Playa Rincón
  • Praia de Punta Rucia

Além da praia, há muitas outras atrações turísticas populares para conferir, como:

Cultura dominicana: o que saber

Alguns costumes e características importantes da cultura da República Dominicana incluem:

  • Dança: Merengue originado na República Dominicana. Você encontrará essa música de dança acelerada e animada tocando em muitos lugares da ilha, e é comum ver pessoas dançando o merengue em clubes e festivais.
  • Culinária: A comida dominicana mistura sabores da Espanha, África e da cultura local Taíno. Um prato favorito é o sancocho, um guisado que inclui sete tipos de carne.
  • Festas e feriados: Alguns festivais dominicanos são locais e atraem visitantes de toda a ilha. Um exemplo é o anual El Carnaval de la Vega, que começou como uma celebração religiosa do bem triunfando sobre o mal. Ele passou a simbolizar a independência da ilha nos tempos modernos. As celebrações geralmente incluem o uso de máscaras complexas de papel machê. Outros feriados dominicanos são celebrados em todo o país, como Natal e Páscoa.
  • Esportes: O beisebol é o esporte mais popular na República Dominicana, seguido de perto pelo boxe.
  • Beijar as mãos: Você pode às vezes ouvir falar de pessoas mais jovens beijando as mãos de seus parentes mais velhos. Este termo não se refere a beijos. Em vez disso, descreve pedir uma bênção a um parente mais velho.
  • Foco na moda: O vestuário é um símbolo de status importante na cultura dominicana, particularmente nas cidades. As etiquetas de designers são muito procuradas como símbolos de status e sucesso.

Quais são os melhores lugares para viver na República Dominicana?

Ao decidir onde morar na República Dominicana, idade, estado civil, se você tem filhos e sua renda são considerações importantes. Você também vai querer considerar seu estilo de vida e preferências pessoais.

Para aposentados

Juan Dolio é um lugar ideal para idosos que procuram uma aposentadoria confortável e tranquila. A área tem uma atmosfera de cidade pequena e é o lar de expatriados de todo o mundo. Existem muitos restaurantes, dois campos de golfe e um clube de praia, bem como comunidades fechadas para chamar de lar. Além disso, Santo Domingo fica a apenas 45 minutos de distância, então ainda há acesso aos melhores hospitais.

La Romana é outro ótimo lugar para se aposentar. Há hospitais privados e públicos e uma riqueza de atividades recreativas e culturais para desfrutar. Acessar a cidade é fácil, graças a um aeroporto internacional, e muitos expatriados têm a área como seu lar. A área é mais cara do que Juan Dolio, mas o tamanho da população significa que também há mais a fazer e mais opções de moradia a considerar.

Para famílias

Famílias que desejam acesso às escolas mais internacionais e oportunidades de emprego podem querer se estabelecer em Santo Domingo. Bairros populares para expatriados incluem áreas mais tranquilas como Los Cacicazgos e Bella Vista ou áreas mais movimentadas com acesso a serviços e compras como Naco e Piantini.

Pessoas com economias ou investimentos significativos podem considerar a Casa de Campo. O custo de vida aqui é maior devido à presença de muitas casas de luxo. Há grandes vilas, três campos de golfe e muitos restaurantes de luxo que dão à área uma sensação de clube de campo. Devido à alta concentração de riqueza, existem boas escolas e instalações de saúde na área.

Para jovens solteiros

Como um ponto de acesso para turistas, Punta Cana pode ser um ótimo lugar para jovens solteiros viverem. A área tem uma vida noturna próspera. Muitos hotéis e restaurantes na área procuram contratar falantes de inglês que possam se comunicar com turistas facilmente.

Sosua é outra opção para jovens adultos que desejam usufruir da vida noturna. A principal faixa da cidade da praia é o lar de clubes, bares e restaurantes. Uma grande comunidade de expatriados significa que você provavelmente encontrará outros falantes de inglês com quem se socializar.

Mudando para a República Dominicana

Como encontrar um lugar para morar na República Dominicana

Buscadores de aluguéis online como Realtor.com International tendem a apresentar apartamentos, condomínios e casas de luxo de alto preço. Se você está procurando algo em uma faixa de preço acessível, considere trabalhar com um agente imobiliário localizado na área onde você planeja morar.

Algumas pessoas também alugam propriedades AirBnB de longo prazo e, em seguida, procuram alojamento permanente. Grupos do Facebook, WhatsApp e outros fóruns de expatriados podem ser uma rica fonte de informações para encontrar moradia.

Como criar uma conta bancária na República Dominicana

Para pagar as compras e permitir que seu empregador ou familiares enviem dinheiro para a República Dominicana para você, é mais fácil abrir uma conta corrente dominicana. Embora você possa obter dinheiro em um caixa eletrônico com seu cartão de débito do país de origem, precisará da conveniência do banco local para sua residência permanente.

O Instituto Financeiro Corporativo lista o seguinte entre os melhores bancos do país:

A Remitly é um aplicativo confiável para transferir dinheiro entre contas em seu país de origem e seu banco dominicano. Você pode optar por enviar dinheiro para a R.D. em pesos ou em dólares americanos com a Remitly.

1 IOM in the Dominican Republic. 2022 International Organization for Migration. https://www.iom.int/countries/dominican-republic