Os 10 melhores países para se aposentar (e como escolher um)

melhores países para se aposentar

Apenas uma pequena porcentagem dos idosos escolhe se mudar quando se aposentam, mas para aqueles que o fazem, pode ser uma oportunidade de procurar um clima mais quente, um custo de vida mais baixo ou um estilo de vida mais confortável. Dependendo da taxa de câmbio, seu dinheiro pode render mais em outro país do que em casa.

Mas a mudança para um país diferente pode trazer alguns desafios, como ter que aprender uma nova língua ou passar por um longo processo de imigração.

É por isso que reunimos esta lista dos 10 melhores países para se aposentar, com base em fatores-chave, como clima, qualidade de vida e acesso a cuidados de saúde.

10 melhores países para se aposentar

O melhor país para se aposentar depende do seu estilo de vida e preferências pessoais. Talvez você queira passar sua melhor idade em uma parte do mundo que você nunca esteve antes, ou talvez você queira viver a apenas um rápido voo de distância de seus amigos e familiares.

Um bom ponto de partida é olhar para o Índice Global de Aposentadoria anual da Natixis, que considera tudo, desde preocupações com a inflação até geopolítica.

Dedicamos nossa lista para aposentados nos EUA ou Canadá, mas residentes de outros países também podem ser elegíveis para alguns desses programas de aposentadoria.

1. Portugal

Portugal ocupa um lugar de destaque em qualquer lista dos melhores países para se aposentar devido à sua baixa taxa de criminalidade, excelente sistema de saúde e baixo custo de vida.

Muitos aposentados seguem o programa Golden Visa do país, o que pode levar à residência permanente e até mesmo à cidadania portuguesa para aposentados que fazem investimentos em imóveis ou outras áreas da economia portuguesa.

Você pode escolher entre a cosmopolita Lisboa, o histórico Porto ou a ensolarada região de Algarve. E para os americanos, “casa” é apenas um rápido voo de distância através do Atlântico.

2. Espanha

A Espanha tem um programa semelhante de visto de aposentadoria que pode levar à residência permanente para aqueles que fazem um investimento de 500.000 euros em imóveis espanhóis.

Destinos populares de aposentadoria incluem Valência e Barcelona – ambas cidades vibrantes com climas mediterrâneos ensolarados.

Assim como muitos países, os novos residentes devem pagar o plano de saúde do próprio bolso, mas os residentes permanentes têm acesso ao sistema de saúde da Espanha.

3. Suíça

A Suíça está se tornando um dos países mais populares da Europa para aposentados devido à sua alta qualidade de vida e sua beleza natural.

Se você tiver pelo menos 55 anos e tiver renda de aposentadoria suficiente, poderá ser elegível para se aposentar aqui. No entanto, vale a pena notar que cada cantão (ou região) tem suas próprias regras sobre imigração, e você precisará solicitar uma autorização de residência local.

Além disso, a Suíça não é barata, e sua capital, Zurique, é constantemente classificada como uma das cidades mais caras do mundo.

4. Panamá

Seguindo para a América Central, o Panamá é altamente classificado em termos de acessibilidade e proximidade com os Estados Unidos. Ao contrário de alguns países, que exigem um grande investimento inicial, o Panamá simplesmente exige uma renda mínima de aposentadoria de $1.000 por mês.

Os titulares do visto Pensionado também recebem benefícios como descontos de 25% em contas de serviços públicos e passagens aéreas, tornando-o um dos melhores lugares para se aposentar com baixo orçamento.

5. Costa Rica

Costa Rica é outro país da América Central com um clima tropical e uma grande comunidade de expatriados. A Costa Rica tem uma biodiversidade excepcional, tornando-se uma ótima escolha para aposentados que querem passar seus dias caminhando na floresta tropical ou escalando vulcões.

Não há idade mínima para se qualificar para um visto de aposentadoria, mas você precisará ganhar pelo menos $1.000 por mês em renda de aposentadoria. Os residentes podem aderir ao sistema de saúde universal ou adquirir a sua própria apólice de seguro privado.

6. Equador

Da floresta amazônica às Ilhas Galápagos, o país do Equador tem alguns dos parques nacionais mais bem protegidos da América do Sul. A moeda oficial do Equador é o dólar americano, então, se você estiver se mudando dos EUA, nem precisará converter seu dinheiro para gastá-lo aqui.

Sua capital, Quito, fica no alto dos Andes, então alguns aposentados podem ter problemas devido à altitude e podem querer escolher uma cidade praieira a nível do mar.

7. Colômbia

Não se surpreenda em ver a Colômbia nesta lista caso você a associe à turbulência política. Embora a agitação continue em algumas partes remotas do país, a Colômbia vivenciou maior estabilidade e prosperidade na última década. A capital, Bogotá, é uma metrópole movimentada com muitos expatriados. Mais ao sul no país do café, na “Cidade da Eterna Primavera”, ou Medellín, a Colômbia oferece um clima temperado durante todo o ano.

Cartagena oferece um estilo de vida de cidade praiana com uma vibe caribenha, enquanto outras regiões são ótimas para explorar as montanhas dos Andes ou a selva amazônica.

8. Vietnã

Em 2021, a International Living escolheu o Vietnã como um dos melhores lugares para se aposentar, chamando-o de um dos melhores destinos de aposentadoria do Sudeste Asiático. O principal atrativo é o seu baixo custo de vida, mas ele também oferece belas praias e uma cenário culinária vibrante.

Em grandes cidades como Hanói e Ho Chi Minh City, você encontrará uma grande comunidade de expatriados e moradores simpáticos, muitos dos quais falam inglês.

9. Uruguai

O Uruguai é um dos destinos de aposentadoria menos conhecidos da América Latina, tornando-se uma joia escondida para quem o escolher. Ele é principalmente um país de língua espanhola, mas sua proximidade com o Brasil e a Argentina contribui para a diversidade cultural.

O Uruguai tem um excelente sistema de saúde e previdência social, bem como quatro estações distintas que serão familiares para os americanos e canadenses, mas não tão extremas.

10. México

O México é um destino de aposentadoria cada vez mais popular porque é relativamente fácil obter residência para aqueles que se qualificam. Enquanto os turistas se reúnem em Cancun, os aposentados são mais propensos a acabar em cidades praieiras como Puerto Vallarta ou La Paz, ou enclaves de artistas como San Miguel de Allende ou Cuernavaca.

Os aposentados podem optar pelo sistema de saúde do México, IMSS, ou comprar seu própria plano. Tenha em mente que o sistema de cuidados médicos dos EUA não vai cobrir você no México.

O que compõe um ótimo destino para aposentadoria?

melhores países para se aposentar

Escolher um lugar para se aposentar é uma grande decisão. Reserve um tempo para pesquisar cada destino e visite um ou mais lugares pessoalmente, se puder.

Aqui estão algumas coisas a considerar à medida que vai filtrando a lista.

Custos de vida

Sua renda de aposentadoria irá render muito mais em alguns países do que em outros, portanto, considere a taxa de câmbio e o custo de vida antes de decidir.

Países europeus como França, Suíça e Itália tendem a ser mais caros, enquanto países latino-americanos como a Colômbia têm um custo de vida relativamente baixo.

Idioma

Aprender um novo idioma pode ser difícil e também pode tornar a adaptação à sua nova casa mais complicada. Se você se mudar para um destino turístico popular, muitos moradores locais falarão inglês, mas é melhor fazer um esforço para aprender o idioma com antecedência.

Se você já fala um segundo idioma, como o espanhol, considere se mudar para um lugar onde o espanhol é o idioma oficial.

Sistema de saúde

Os melhores países para se aposentar, no geral, possuem excelentes sistemas de saúde. Isso é parte do que os torna tão atraentes para os aposentados. Mas cada sistema de saúde é diferente, então não assuma que você será automaticamente elegível para se inscrever. Você pode ter que comprar seu próprio plano de saúde até estabelecer residência permanente.

Clima

Para muitos aposentados, um clima quente é o maior atrativo para um país ou região diferente.

Mas nem todos os climas quentes são iguais, e muitos desses destinos podem ter mais umidade ou uma estação chuvosa mais longa do que você está acostumado.

Se você está pensando em se mudar para um lugar com um clima tropical, como Panamá ou Costa Rica, passe algum tempo lá primeiro para ver o quão bem você se habitua.

Facilidade de migração

Finalmente, se você pretende se mudar para o exterior, não ignore a quantidade de papelada envolvida. Alguns programas de aposentadoria exigem que você solicite vistos com antecedência, enquanto outros podem permitir que você estabeleça residência após a chegada.

Pode ser mais fácil se aposentar em um país onde você já tem laços, como um país onde você viveu ou trabalhou no passado, ou um onde você tem membros da família.

Planeje com antecedência ao enviar dinheiro para o exterior

melhores países para se aposentar

Mudar-se para o exterior requer algum planejamento financeiro, especialmente se você estiver vivendo de poupança ou renda recorrente de seu país de origem. Alguns países exigem que você mostre um comprovante de renda mensal, enquanto outros exigem que você faça um grande investimento antecipadamente.

Sempre use uma plataforma de transferência de dinheiro confiável ao enviar dinheiro internacionalmente e verifique a taxa de câmbio para se certificar de que você está fazendo o melhor negócio.

A Remitly facilita o envio de dinheiro para o exterior ou o recebimento de dinheiro de familiares em outro país. Você poderá acompanhar o progresso da sua transferência diretamente no aplicativo ou receber uma notificação por SMS quando ela chegar.

Baixe o aplicativo agora mesmo para começar.

Leitura adicional