Por que as moedas (câmbio) oscilam?

Se você já viajou para o exterior, mandou dinheiro de volta para casa ou investiu em mercados estrangeiros, provavelmente já se perguntou por que as moedas oscilam (flutuam).

As oscilações das taxas de câmbio podem fazer com que o valor do dinheiro de uma nação aumente ou despenque em um momento. Essas mudanças podem causar grandes problemas para viajantes e negócios internacionais. Muitas pessoas também sentem os efeitos em um nível individual.

Este artigo o ajudará a entender melhor por que o valor do dinheiro pode mudar e como economizar dinheiro quando as moedas oscilam. Leia mais para descobrir.

Oscilação da taxa de câmbio: uma visão geral

Por que as taxas de câmbio oscilam? Simplificando: oferta e demanda.

O dinheiro é semelhante aos produtos que você pode comprar nas lojas. Uma maior oferta de moeda significa que há muito mais para circular. Uma demanda maior pode torná-la mais valioso.

Por exemplo, pense no lançamento de um novo brinquedo de Natal. Se 1.000 pessoas quiserem o brinquedo, mas o fabricante fizer apenas 500, as pessoas podem estar dispostas a pagar mais para garantir o produto. No entanto, se o fabricante criar 5.000 itens, os preços podem não subir, pois há brinquedos suficientes para todos.

Você pode ler nosso guia – Entendendo as taxas de câmbio – para uma abordagem mais detalhada. As taxas históricas a seguir também mostram como as moedas oscilam continuamente.

Valor do dólar americano (USD) em comparação com o euro:

  • Dezembro de 2016: $0,95
  • Maio de 2017: $0,88
  • Fevereiro de 2018: $0,81
  • Junho de 2019: $0,89
  • Março de 2020: $0,90
  • Janeiro de 2021: $0,82

Essas taxas de câmbio flutuantes mostram que o valor da moeda de um país no exterior pode sofrer mudanças dramáticas. Isso acontece em todos os países do mundo.

No entanto, um dólar americano pode valer mais em um país do que em outro. Vários fatores podem alterar esse valor. Por exemplo, no momento em que este artigo foi escrito, o dólar americano é valioso no México por causa de inadimplências históricas de dívidas, altas taxas de inflação e uma reavaliação relativamente recente.

Enviar dinheiro para alguém em um país onde o valor do dólar americano é baixo resulta em uma taxa de câmbio ruim. Aqui estão as moedas contra as quais o dólar dos EUA tem o menor valor, no momento da redação deste artigo:

  • Euro
  • Dólar das Ilhas Cayman
  • Libra Britânica
  • Rial omanense
  • Dinar Jordano
  • Dinar do Bahrein
  • Dinar do Kuwait

O dólar americano é mais valioso em países como Argentina, Coréia do Sul, Tailândia, Brasil, Egito e Turquia no momento. No entanto, isso pode mudar a qualquer momento. Entender por que as moedas oscilam ajudará você a saber o que esperar.

Por que as moedas oscilam constantemente?

Os investidores geralmente consideram esses seis principais fatores que influenciam as taxas. Isso pode ajudar a prever mudanças futuras nas taxas e a entender melhor as taxas atuais.

1. Diferenças de inflação.

Uma das principais razões pelas quais as moedas oscilam? Índices de inflação. Se alguém transfere dinheiro de um país com baixas taxas de inflação, geralmente consegue um bom negócio. Isso é especialmente verdadeiro se o dinheiro for para um país com uma taxa mais alta.

Por exemplo, a inflação nos Estados Unidos foi de 1,8% em 2019. No México, naquele ano, a taxa era de 3,64%. Isso significa que o dólar dos EUA teve uma taxa de câmbio favorável quando enviado ou investido no México.

2. Diferentes taxas de juros.

Os bancos centrais dos países podem afetar as taxas de câmbio e os valores das moedas alterando as taxas de juros.

Taxas de juros mais altas significam que os investidores estrangeiros obtêm maiores retornos sobre seu dinheiro. Isso pode fazer com que a taxa de câmbio de um país aumente, mas alguns problemas podem anular esses benefícios.

Por exemplo, a taxa de câmbio de um país pode não aumentar com taxas de juros mais altas se a inflação estiver alta. É por isso que a inflação e as taxas de juros estão intimamente relacionadas. Ambos podem ter efeitos significativos sobre como as moedas flutuam, juntas ou por conta própria.

3. Déficits orçamentários.

Quando um país não ganha tanto com o comércio exterior quanto gasta, ele cria um déficit. Isso geralmente significa que eles precisam pedir dinheiro emprestado. Isso aumenta a demanda em moedas estrangeiras. A taxa de câmbio vai cair nessas situações.

4. Dívida pública.

Os déficits externos não são o único tipo de dívida que explica por que as moedas oscilam. Quando um país usa endividamento para financiar projetos do governo e do setor público, ele corre o risco de aumentar a inflação. Isso torna os investimentos de fontes estrangeiras menos atraentes.

Para cobrir essas dívidas, às vezes é necessário imprimir mais dinheiro ou oferecer mais títulos estrangeiros. Ambos os atos podem aumentar a inflação e ter um efeito direto nas taxas de câmbio entre os países.

5. Força das economias.

Os investidores querem colocar seu dinheiro onde acreditam que está seguro. Um país que mostra consistentemente um forte desempenho econômico é uma escolha provavelmente preferida para eles.

É possível que as questões políticas desempenhem um papel aqui também. Os investidores são mais propensos a colocar seu dinheiro em países onde os riscos econômicos e políticos percebidos são menores. Mesmo que todas as outras coisas sejam consistentes, as diferenças na estabilidade nacional podem criar grandes variações nas taxas de câmbio.

6. Termos de troca.

As pessoas costumam ignorar os termos de troca como uma razão pela qual as moedas oscilam. Isso ocorre porque eles costumam equiparar isso aos problemas descritos acima. No entanto, esse fator tem mais a ver com a interação das taxas de preços de importação e exportação.

Se os preços de exportação aumentam em uma porcentagem mais alta do que as importações, isso significa que existem bons termos de troca. Isso aumenta a receita de um país, o que resulta em uma maior demanda pela moeda. Porém, se os preços de importação forem mais altos, outros países terão vantagem nas taxas de câmbio.

Como economizar dinheiro quando as moedas oscilam

Não importa as razões pelas quais as moedas oscilam, os investidores raramente têm muito com que se preocupar. Se a taxa de câmbio de um país não for atraente, eles podem simplesmente escolher não investir seu dinheiro lá.

No entanto, para pessoas que enviam remessas para familiares e amigos em casa, essa não é uma opção.

As dicas a seguir o ajudarão a aproveitar ao máximo sua transferência de fundos.

1. Evite taxas de câmbio de varejo.

Se você estiver trocando dinheiro, evite as taxas de câmbio de varejo.

Os especialistas também chamam isso de “taxas turísticas” e são o que você encontrará em bancos, aeroportos e bancas de câmbio. Esses lugares costumam cobrar um prêmio pelas trocas.

2. Encontre boas taxas com serviços de transferência de dinheiro.

Existem muitos serviços de transferência de dinheiro que oferecem taxas competitivas. Certifique-se de pesquisar para encontrar as melhores taxas para você.

3. Entenda as políticas de reembolso

Se algo acontecer e você precisar de um reembolso em uma transferência, é importante conhecer as políticas do serviço usado.

Se surgirem problemas ou erros, ser capaz de obter um reembolso facilmente é importante. Simplificamos esse processo na Remitly;  você pode cancelar sua transferência e receber um reembolso total, desde que a transferência não tenha sido recebida ou coletada pelo destinatário.

Comprando e vendendo moedas

A maioria das pessoas lida com moedas flutuantes quando viaja ou envia dinheiro para o exterior. Também existem pessoas que investem em dinheiro estrangeiro. Isso é muito semelhante ao que acontece em Wall Street.

As pessoas também podem investir em moedas por meio de contas de poupança estrangeiras, fundos de títulos, fundos negociados em bolsa e outros métodos. Quaisquer mudanças na oferta ou demanda dessas moedas podem afetar o quanto as pessoas estão dispostas a pagar por elas.

Conclusão

Só porque as taxas de câmbio mudam, não significa que você não possa economizar dinheiro ao transferir fundos para o exterior.

A Remitly torna as transferências internacionais de dinheiro mais rápidas, fáceis, transparentes e acessíveis. Nosso aplicativo móvel confiável e fácil de usar tem a confiança de mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo.

Visite a página inicial ou baixe nosso aplicativo para saber mais.