A Tunísia é o país mais setentrional da África, fazendo fronteira com a Argélia, a Líbia e o Mar Mediterrâneo. Ele é o lar de mais de 11 milhões de pessoas. A moeda da Tunísia é o dinar tunisiano, que é denominado usando o código de moeda “TND”. O dinar tunisiano é emitido pelo Banco Central da Tunísia e produzido sob a forma de notas e moedas. Cada dinar pode ser subdividido em 1.000 milimes.

O dinar tunisiano vem nas seguintes denominações:

Moedas:

  • 5, 10, 20, 50, 100 e 200 milimes
  • 1/2, 1, 2 e 5 dinares

Notas:

  • 5, 10, 20 e 50 dinares
Dinar tunisiano

Taxas de câmbio

Para ver a atual taxa de câmbio de dinar tunisiano para dólar americano, confira a taxa de hoje com a Remitly.

5 fatos sobre o dinar tunisiano

Moedas são mais do que apenas taxas de câmbio e negociação. Muitas vezes, ela oferece mais informações sobre a cultura de um país, tanto no passado como no presente. Este é o caso do dinar tunisiano. Muito deve ser aprendido sobre a história da Tunísia através de sua moeda.

1. Pessoas interessantes são retratadas no dinar tunisiano.

Várias figuras notáveis adornam as notas do dinar tunisiano. Certas notas, como as notas 10 e 20, têm mais de uma versão.

  • 5 DT: Aníbal, o famoso general cartaginês. Aníbal aparece nestas notas porque os tunisianos se veem como descendentes de Aníbal.
  • 10 DT: Aboul-Qacem Echebbi,  um famoso poeta tunisiano. Ele é mais conhecido por escrever os dois últimos versos do Hino Nacional da Tunísia.
  • 10 DT: Tewhida Ben Sheikh,  a primeira muçulmana norte-africana a obter um diploma médico na Faculdade de Medicina de Paris (em 1936). Depois de se formar, ela voltou para a Tunísia e abriu uma clínica de saúde reprodutiva para ajudar mulheres pobres.
  • 20 DT: Hayreddin Pasha, um político tunisiano que eventualmente se tornou o Grão-Vizir do Império Otomano.
  • 20 DT: Ferhat Hached, um líder sindical e ativista da independência que foi assassinado em 1952.
  • 50 DT: Ibn Rashik, escritor árabe, teórico literário, poeta e antólogo no século XI.

2. O termo “dinar” tem uma longa história.

“Dinar” vem da palavra romana “denarius“, que se referia às antigas moedas de prata que os romanos usavam. Esta palavra continuou mudando ao longo dos séculos. Por exemplo, “denaro” significa “dinheiro” em italiano, e “denier” é o nome de uma moeda medieval francesa — ambas provenientes do latim “denarius”. Ele eventualmente evoluiu para “dinar”, e muitos países islâmicos usam esse termo hoje, incluindo Argélia, Bahrein, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbia e, claro, Tunísia.

3. Você não pode importar ou exportar dinar tunisiano.

Na Tunísia, é proibido importar e exportar dinar. Isso significa que os tunisianos precisam trocar sua moeda antes de sair quando quiserem viajar internacionalmente. Da mesma forma, os turistas devem trocar seu dinar de volta por sua moeda original antes de deixar o país. A Tunísia leva essa lei muito a sério, e se você for pego contrabandeando dinares para fora do país, enfrentará penalidades.

4. Algumas notas tunisinas já não estão em circulação.

Uma moeda pode sair de circulação por várias razões. Na Tunísia, as notas de 1/2 dinar e de 1 dinar já não são produzidas. Elas foram colocados em circulação em 1960, mas logo retiradas e substituídas por moedas de 1/2 dinar e 1 dinar.

5. A moeda tunisiana pode ser abreviada como “TND” ou “DT”.

Ao pesquisar o dinar tunisiano, você verá que o código da moeda é “TND”, mas também verá “DT“. DT não é um código de moeda oficial, mas é comumente usado pelos tunisianos na vida cotidiana. DT é a abreviatura francesa de “dinar tunisien”. Esta forma é mais coloquial, mas nunca é usada oficialmente pelo governo ou pelos bancos.

Dinar tunisiano

Uma breve história do dinar tunisiano

A Tunísia ganhou independência da França em 1956, e em 1958 foi decidido que o dinar seria a sua moeda oficial. Demorou mais dois anos para que a moeda fosse produzida e circulada. Como a Tunísia estava sob o controle da França, a Tunísia já usava o franco como moeda.

Desde 1960, quando foi usado pela primeira vez, o dinar tunisiano passou por mudanças mínimas, além de algumas denominações de notas serem retiradas de circulação.

Enviando dinheiro para a Tunísia

Você pode enviar dinheiro para a Tunísia com a Remitly. Novos clientes podem ser elegíveis para uma oferta especial em sua primeira transferência.

A Remitly torna as transferências internacionais de dinheiro mais rápidas, fáceis, transparentes e acessíveis. Desde 2011, mais de 5 milhões de pessoas usaram nosso aplicativo móvel seguro para enviar dinheiro para casa com tranquilidade. Visite a página inicial, baixe nosso aplicativo ou confira nossa Central de Ajuda para começar.

Leitura complementar

Quer saber mais sobre a Tunísia e como enviar dinheiro para lá — ou para qualquer outro lugar no exterior? Confira estes artigos para uma leitura complementar:

Esta publicação é fornecida apenas para fins de informação geral e não pretende cobrir todos os aspectos de todos os tópicos aqui discutidos. Esta publicação não substitui o aconselhamento de um especialista ou profissional aplicável. O conteúdo desta publicação não constitui aconselhamento legal, fiscal ou outro aconselhamento profissional da Remitly ou de qualquer de suas afiliadas e não deve ser confiado como tal. Embora nos esforcemos para manter nossos cargos atualizados e precisos, não podemos representar, garantir ou de outra forma garantir que o conteúdo seja preciso, completo ou atualizado.